Pages

24 de fev de 2011

EXCLUSIVO: Filha de sertanejo fica loira e se torna "Devassa"

 O Grupo Schincariol é proprietário da marca de cerveja Devassa que, ano passado, surpreendeu a todos com o lançamento de uma super campanha de divulgação da chamada "Devassa  Bem Loura". Para o lançamento da cerveja, foram investidos mais de R$ 100 milhões.
 A escolhida para estrelar a campanha publicitária do grupo Schincariol para a cerveja Devassa Bem Loura foi a socialite polêmica Paris Hilton. A propaganda provocou protestos em grupos de defesa dos direitos das mulheres, que foram aderidas pelo CONAR, Conselho Nacional de Autoregulamentação Publicitária. 
As primeiras denúncias recebidas pelo Conar partiram de consumidores, incomodados com o apelo sensual excessivo da propaganda. O segundo processo partiu do próprio órgão e referia-se a algumas partes do site da campanha. A terceira notificação foi motivada pela Secretaria Especial de Defesa da Mulher, vinculada à Presidência da República. A quarta denúncia recebida pelo Conar foi de um concorrente da Schincariol, a cervejaria Petrópolis, com teor semelhante ao levantado por consumidores. 
Com polêmicas a parte, o resultado final do vídeo você confere a seguir:


E para 2011? Quem será a nova escolhida para estrelar o comercial da "Devassa Bem Loura"? Será que teremos mais uma participação de Paris Hilton na campanha publicitária?  NÃO! 
Posso informar, em primeira mão e com total exclusividade, que a nova estrela do comercial da cerveja é A FILHA de um CANTOR SERTANEJO, AMBOS FAMOSOS. E mais, A TAL FILHA teve que ficar loira para estrear a nova campanha da cerveja. A propaganda foi gravada essa semana, sob sigilo total, e vem com a pretensão de surpreender a todos com sua  protagonista. E aí?  já sabe quem é a nova musa "Devassa"? Só tenho uma coisa a acrescentar: VOCÊS VÃO SE SURPREENDER.

15 de fev de 2011

Eles quase levaram o Oscar, você sabia?

São filmes polêmicos, emocionantes e assustadores. Já estiveram dentro do vídeo-cassete de muita gente e até hoje, quando são exibidos, reúnem várias pessoas na frente da televisão. Mas você se lembra que eles foram indicados ao maior prêmio do cinema mundial? Nenhum deles venceu, mas estar entre os melhores filmes já é um feito incrível, levando em consideração que são de gêneros diversos e possuem temáticas curiosas. Na próxima vez que for assistir a algum desses filmes, se lembre que é um clássico que fez história e não apenas um filme antigo.

 Laranja Mecânica (A Clockwork Orange)

Esse é um daqueles filmes que deixam fãs mas também odiadores. Laranja Mecânica, diferentemente dos outros sucessos da lista, não é comumente exibido na TV aberta. O motivo disso talvez seja porque é um filme relativamente antigo ou, mais provavelmente, pela suas fortes cenas, como um violento estupro a uma mulher que tem como fundo musical a música “Singin' in the Rain”. A história problemática de Alexander DeLarge (Malcolm McDowell) e o chocante tratamento a que foi submetido para deixar o crime foi indicada ao prêmio de Melhor Filme ao Oscar em 1972, também recebendo outras indicações importantes como a de Melhor Diretor (Stanley Kubrick). Mesmo depois de quase 40 anos, o filme ainda causa admiração e aversão a todas as pessoas que o assistem, ou pela primeira vez ou depois de várias. Mesmo com uma temática polêmica e censurado em vários países, o filme, como muitos nem sabiam ou não lembravam, recebeu a mais importante indicação ao mais importante prêmio concedido a filmes, marcando a história do cinema mundial.


O Exorcista (The Exorcist) 


Quem já assistiu ao filme “O Exorcista” e diz que nunca sentiu um arrepio ao ouvir os gritos da simpática garotinha Regan, está mentindo. Referência para qualquer filme de terror, suspense e até outros gêneros, é o típico filme que faz as mães proibirem as crianças de assistir, que reúne os amigos em casa para uma noite assustadora e que causa náuseas em que não tem o estômago forte. Regan MacNeil (Linda Blair – que recebeu um Globo de Ouro e uma indicação ao Oscar como melhor atriz coadjuvante pelo seu papel no filme, na época com 14 anos), tem o seu corpo invadido pelo demônio Pazuzu. Sua mãe, desesperada com as mudanças no comportamento e na aparência da filha, recorre ao exorcismo como último recurso depois de fracassadas tentativas com psiquiatras. Cenas ainda atormentam várias pessoas que assistiram ao filme. A face desfigurada e esverdeada de Regan, as cenas dela urinando no chão de uma sala lotada, se contorcendo assustadoramente na cama ou vomitando no rosto do padre que chefia o seu exorcismo estão entre as mais chocantes e memoráveis do cinema. Quem não gosta desse tipo de filme, ainda não consegue acreditar ou nem imagina que o filme recebeu uma indicação ao Oscar de Melhor Filme de 1973.

Tubarão (Jaws)


Um dos maiores clássicos do gênero suspense/terror, dirigido por Steven Spielberg, “Tubarão” já deixou muita gente com aquele friozinho na barriga durante as várias tardes em que foi exibido na Sessão da Tarde. Brody (Roy Scheider), xerife da cidade onde se passa a história, tenta fechar a praia onde foi encontrado o corpo de uma garotinha supostamente morta pelo “protagonista” do filme, mas o prefeito não permite. Depois de ocorrer outro ataque, pescadores da região iniciam uma caçada ao tubarão visando uma recompensa que foi oferecida, iniciando-se também uma onde de ataques realizados pela fera; cenas super produzidas, com um realismo que prende a atenção de todos os telespectadores. Isso tudo sem falar na eletrizante trilha sonora do filme. Poucas vezes, uma música, como o famoso “tan, tan, tan, tan, tan...”, que vai acelerando o ritmo a medida que o tubarão se aproxima da vítima, fez tanta história. É imitar essa famosa melodia que qualquer um remete imediatamente ao filme. Filme polêmico e que deixou sua marca no cinema permanentemente, foi indicado ao Oscar de Melhor Filme em 1976, feito que raramente é alcançado por um filme do gênero.


Ghost - Do outro lado da vida (Ghost) 


Provavelmente você conhece alguém, talvez uma tia gordinha simpática, que desaba em lágrimas só de ouvir “Oooooh my love...”, início da música tema do filme “Ghost”, certo? Esse é um filme que pode passar, e que passa, várias vezes por ano na TV aberta e que em que em todas as vezes ele emociona e diverte, segurando todos na frente do televisor pelo menos até a hora do intervalo. Sam Wheat (Patrick Swayze) e Molly Jensen (Demi Moore) são um casal derretidamente apaixonados que vive em Nova York. Um dia, Sam é morto por um homem em um assalto planejado por seu “amigo”, Carl Bruner (Tony Goldwyn), que buscava adquirir informações sobre o banco em que ele e Sam trabalhavam para negócios ilegais. Sam, agora como fantasma entre os humanos, conhece Oda Mae Brown (Whoopi Goldberg), que é capaz de ouví-lo mesmo em sua forma atual. A atuação de Whoopi Goldberg nesse filme é incrível, fazendo que quem assista ao filme dê risadas e se emocione com a vigarista que serve como intermediária entre Sam e Molly, na tentativa de Sam em proteger sua amada de criminosos e aproveitadores. A inesquecível história do amor que resistiu até a morte não recebeu a estatueta de Melhor Filme em 1991, mas sim, mereceu a indicação que muitas pessoas que assistem sempre que é exibido nem sabem que aconteceu.


A Bela e a Fera (Beauty and the Beast) 

A inesquecível história de amor entre um príncipe enfeitiçado e uma linda plebéia conseguiu um feito histórico: em 1992, tornou-se o primeiro filme de animação desde a primeira edição do Oscar, em 1929, a concorrer na categoria de Melhor Filme. O filme conta a saga de um príncipe em busca de um amor verdadeiro, único meio de quebrar o feitiço proferido por uma feiticeira, antes que o tempo se acabe e que ele tenha que passar a vida toda em forma de um monstro horrível. Como um clássico da Disney, o filme não poderia deixar de apresentar várias canções interpretadas pelos seus memoráveis personagens, como os empregados do castelo, que também foram atingidos por um feitiço e vivem como simpáticos objetos domésticos e também por Bela, a linda jovem que corresponde ao amor da Fera e que o livra do encanto. História comovente e cativante, “A Bela e a Fera” não é apenas um filme infantil que termina com o tradicional “...e viveram felizes para sempre” e sim um clássico que eternizou belas canções, permanece vivo na lembrança de muitos e que esteve com as mãos bem perto da mais importante estatueta do Oscar.


Babe - O porquinho atrapalhado (Babe)

Esse sim é um filme que surpreende por ter concorrido ao Oscar de Melhor Filme em 1996. A comédia do adorável porquinho Babe, presença garantida na Sessão da Tarde no mínimo uma vez por ano, atrai todas as atenções de quem o assiste. O cenário deslumbrante da fazendo do Sr. Hoggett (James Cromwell) é palco dos engraçados diálogos entre Babe e seu amigos, animais da fazenda, e também das aventuras e confusões que envolvem o simpático leitãozinho que pensa que é um cachorro. Ele tem tanta certeza de sua origem canina que até convence o dono da fazenda a inscrevê-lo no Campeonato Nacional de Cães Pastores, iniciando uma sequência de cenas hilárias e emocionantes de uma história com um enredo diferente e criativo que deixou admiradores em todo o mundo. Admiradores esses que, se não ouviram falar da indicação do filme ao Oscar, hoje, quando alguém comenta sobre isso, se surpreendem com esse feito de um filme tão simples e que não está entre os gêneros que sempre concorrem ou ganham o prêmio.


O sexto sentido (The Sixth Sense) 


“Eu vejo gente morta.” “Com que frequencia?” “Todo o tempo.” Essa simples troca de palavras entre o garotinho Cole Sear (Haley Joel Osment) e o psicólogo Dr. Malcolm Crowe (Bruce Willis), com certeza, está entre os diálogos mais marcantes do cinema. A assustadora história do garoto que vê pessoas mortas com certeza já deixou quem o assistiu com alguns cabelos arrepiados na nuca. O psicólogo Dr. Crowe, que sofre com um trauma sofrido no ano anterior, quando levou um tiro de um paciente que ainda se suicidou na sua frente, tenta ajudar Cole (personagem que rendeu a Haley Joel Osment a indicação ao prêmio de Melhor Ator Coadjuvante, na época com apenas 11 anos) com seu problema. Ele tenta mostrar ao menino que os espíritos não querem ferí-lo e que precisam de ajuda, incentivando-o a conversar com eles. Dr. Crowe consegue ajudar o garoto, mas ainda enfrenta problemas, até descobrir que ele também é um espírito. Ele morreu com o tiro que levou de seu antigo paciente, mas permaneceu na Terra porque tinha uma missão a cumprir, ajudar o menino. Um eletrizante suspense, que mexe com os nervos de quem o vê e que faz com que os pensamentos não parem mesmo depois dos créditos finais. Foi indicado ao Oscar de Melhor Filme em 2000. Não venceu, mas para um filme de suspense que possui uma temática incomum aos filmes que geralmente concorrem ao Oscar, só faltou uma estatueta dourada que, perto do sucesso do filme, é apenas um detalhe.

13 de fev de 2011

Conheça o novo game de Silvio Santos: "Million Dollar Money Drop", o "Show do Milhão ao contrário"

Baseado no game show americano exibido pelo canal FOX, estreia no segundo semestre desse ano, no SBT, com apresentação de Silvio Santos, o game "Million Dollar Money Drop" (no SBT, traduzido para "Um Milhão na Mesa" ). O programa é um formato de game da Endemol, a mesma de "Topa Ou Não Topa" e "Big Brother". Nos EUA, o programa estreou no final do ano passado, apresentado pelo ator e comediante Kevin Pollak.

Durante cada jogo, dois participantes trabalham juntos como uma equipe para vencer um dos desafios mais difíceis de suas vidas: salvar a montanha de milhões de dólares localizada em suas frentes, desaparacer para sempre. Diferente de qualquer outro game show, o dinheiro já é cedido aos participantes no início do game. Os competidores começam o jogo com R$ 1 milhão,  dividido em 50 maços de R$ 20 mil cada um. Uma vez que a questão é feita, a dupla deve discutir e decidir a resposta correta, colocando em risco toda a grana.  Eles estão confiantes o suficiente para colocar todo o seu dinheiro em uma resposta? Ou será que a pressão implacável pode causar-lhes jogar pelo seguro e espalhar o seu dinheiro em algumas respostas?
   
Ao todo, serão realizadas sete questões, sendo que cada uma contém com um tempo estipulado ( variam de 1 minuto até 1m30s). Quando o tempo é acionado, a equipe deve  atribuir ou um certo valor para a resposta escolhida, ou apostar toda a grana que lhes foi entregue no início do jogo. Com o resultado da resposta certa, a dupla fica sabendo se continua com aquela quantidade depositada na questão ou se vão sem essa quantia para a próxima rodada. Por exemplo, se a dupla aposta R$ 800 mil na resposta certa e R$ 200 mil em alternativas erradas, perdem os 200 mil reais, que cai em um fosso ( é o famoso: " e o dinheiro foi embora pelo ralo"). Caso tenham apostado todo o milhão na questão, automaticamente ficam sem grana para a próxima  rodada e são desclassificados.  Conforme o jogo avança, as questões se tornam mais difíceis e as alternativas, que no início do game eram quatro, vão diminuindo, chegando em até duas alternativas na última questão. 

Ajudas
Os competidores podem usar um "Quick Change" durante o jogo, sobre qualquer questão, exceto a sétima.  Esta característica permite-lhes um acréscimo de 30 segundos para distribuir o seu dinheiro entreas alternativas.


 


Com data de estreia e horário ainda não divulgados, "Um Milhão na Mesa" com Silvio Santos, tem tudo para ser grande sucesso. Na torcida. 






  


Confira trecho do programa exibido pela FOX em que um casal perde 800 mil doláres em uma única questão:

8 de fev de 2011

Séries: Melhores pilotos já produzidos

Hoje vamos conhecer quais foram os melhores primeiros episódios de séries produzidas, seja pelo enredo desenvolvido, apresentando de forma satisfatória o que a série pretendia mostrar, seja por sua produção, elenco e/ou personagens. Vale destacar que aqui, não importa se a série já foi cancelada. Nosso foco é no piloto da série. Lost, Fringe, Desperate Housewives e Alias são algumas das séries que aparecem no nosso "Top Séries". Confira se a sua preferida também faz parte. 

LOST


O Piloto da série "Lost" foi originalmente dividido em duas partes, cada transmissão em uma semana de meados de 2004. Na primeira parte do episódio piloto, Jack Shephard acorda em uma floresta de bambus e descobre que o avião em que viajava caiu em uma ilha tropical. Ele e os outros sobreviventes preparam-se para serem resgatados, enquanto ouvem barulhos estranhos e perturbadores vindos da floresta próxima ao seu acampamento. Já na segunda parte, a descoberta de um transmissor no meio dos destroços do avião, leva os sobreviventes a pensarem num salvamento iminente. Os mistérios da ilha continuam a emergir, com a descoberta de umas algemas, uma pistola e um animal que não conseguiria sobreviver num clima tropical.  A premissa da série é apresentada de forma indireta e incompleta, vindo a se tornar este o estilo característico da série. Os 14 personagens principais são brevemente apresentados ao público. Cenas inesquecíveis e qualidade de produção impecável.


DESPERATE HOUSEWIVES

Exibida pela primeira vez em 2004, pela emissora de televisão americana ABC, "Desperate Housewives" trouxe em seu episódio piloto a história de Alice Scott que, olhando para sua família e amigos, se dá conta de que não é essa a vida que quer. Um dia, em sua bela casa, Mary Alice termina com seu sofrimento. Seu marido age suspeitamente, seus vizinhos estão comentando, e suas amigas se perguntam porque ela teria tomado uma atitude tão drástica. Agora Mary enxerga mais do que antes e mostrará seu ponto de vista sobre as relações em sua vizinhança. Atuações dignas de premiação e personagens carismáticos são características marcantes da série.

24 HORAS
O piloto da série "24 horas" trouxe como enredo:  pouco tempo depois que Jack Bauer termina um jogo de xadrez com sua filha adolescente Kimberly, na madrugada do dia da eleição presidencial, ela foge de casa e Jack, que conduz a Unidade Governamental Anti-Terrorismo, é chamado imediatamente para voltar ao trabalho. Ele descobre que há um plano para assassinar o candidato à presidência David Palmer. Logo ele descobre que alguém dentro de sua própria agência pode estar envolvido nesse plano. Enquanto isso, Teri, a mulher de Jack, tenta encontar sua filha. E esses são apenas os primeiros minutos do dia.

PRISON BREAK
 

"Prison Break", em seu primeiro episódio, nos apresenta Michael Scofield, um homem desesperado numa situação desesperadora. Seu irmão, Lincoln Burrows, está no corredor da morte e será executado em alguns meses, após ser condenado por um assassinato que Michael está convencido que Lincoln não cometeu.  Sem outras opções e com o tempo diminuindo, Michael assalta um banco para que ele seja preso e levado para a penitenciária estadual Fox River, o mesmo local onde seu irmão está cumprindo pena. Uma vez lá dentro, Michael — um engenheiro civil com as plantas da prisão — começa a executar um elaborado plano para libertar Lincoln e provar a inocência dele. Aventura, suspense, drama e muita ação em um único episódio. Simplesmente perfeito.

PUSHING DAISIES
 
Mesmo com muitas críticas, "Pushing Daisies" é uma das séries com o episódio piloto mais agradável de se ver. Seja pela simpatia dos personagens, pela história diferente abordada, pelos atores em cena. É um drama romântico que nos leva ao estranho mundo de Ned, um homem capaz de trazer pessoas mortas de volta à vida através do toque. As pessoas que ele toca contudo, só podem ficar vivas por 1 minuto, e se não morrerem novamente, alguém próximo morre. Ned decide usar sua habilidade para resolver crimes. Ele e um investigador local, trazem vítimas de assassinatos de volta à vida para descobrir quem as matou, e assim ganhar o dinheiro de possíveis recompensas. Mas quando Ned devolve a vida a um antigo interesse amoroso, as coisas começam a ficar complicadas.


THE SHIELD

  

No primeiro episódio de "The shield", exibido em 2002, o detetive Vic Mackey, um tira durão e pouco ortodoxo, sabe que as regras do jogo mudaram. Para vencer os bandidos, ele terá que descer ao submundo, mesmo que isto signifique torturar testemunhas para obter informações privilegiadas. Vic não é apenas um jogador durão, pois tem uma visão otimista da vida, além de acreditar firmemente que está fazendo a coisa certa na hora certa.

ALIAS     
   

Em 2001, de criação de J. J. Abrams (o mesmo criador da série LOST), foi ao ar o episódio piloto da série sucesso "Alias".  Sydney Bristow, uma excelente e atlética estudante da faculdade, descobre que seu trabalho nada típico após as aulas como agente da SD-6, uma ultra-secreta div, recoisão da CIA, esconde grandes e mortais segredos que colocam não apenas a sua vida em perigo, mas ameaçam também a segurança do mundo em liberdade.    
 
THE SOPRANOS  

A série polêmica "The Sopranos", em seu primeiro episódio, nos apresenta Tony Soprano, o chefe da máfia de Nova Jersey, que começa as sessões de terapia com a Dra. Jennifer Melfi após ter sofrido ataques de pânico. Sua mãe, Livia, recusa-se a ir para um asilo. Seu tio quer usar o restaurante dos amigos de Tony para cometer um assassinato, mas Tony evita o crime explodindo o restaurante. Christopher Moltisanti, o sobrinho de Tony, extermina o porta-voz da máfia tcheca que estava tentando infiltrar-se nos negócios da família.  
   
30 ROCK    
 

A sitcom "30 Rock" se tornou sucesso mundial de crítica. Foi ao ar pela primeira vez em 2006 e, em 2009, foi indicada em 22 categorias do prêmio "Emmy", recorde para um seriado em exbição. No piloto,  Liz Lemon é a roteirista de um exigente programa de TV exibido ao vivo. No entanto, as coisas começam a se complicar quando seu novo chefe insiste que uma imprevisível estrela de cinema entre para o elenco.      
 
TRUE BLOOD       
 

O primeiro episódio da série "True Blood" começa com dois jovens entrando num local onde se vende Tru Blood. Depois de discutirem com um vampiro, eles vão embora do local. Em seguida, acompanhamos Sookie Stackhouse, uma garçonete, que percebe um vampiro entrando no bar onde trabalha. Ele pede Tru Blood, mas a garçonete diz que não tem nenhum em estoque, devido à falta de atividade de vampiros no local. Duas pessoas conseguem levar o vampiro para fora do bar e começam a drenar o seu sangue. O sangue de vampiros é conhecido por ajudar no processo de cura de humanos, além de ser um bom afrodisíaco. Sookie salva o vampiro, que se apresenta para ela como Bill.      
 
 ER  
   

O drama médico "ER" trouxe em seu episódio piloto , a UTI do Chicago's County General, um hospital escola, que fica de sobreaviso, quando várias vítimas são levadas ali para serem tratadas depois de que um edifício desabou perto dali. Os jovens moradores e internos ajudam os feridos e se encarregam dos outros pacientes e dos seus problemas pessoais.  A Dra. Susan Lewis (Sherry Stringfield) deve consolar uma jovem que tem câncer. Depois de ter bebido muito no seu dia de folga, o charmoso pediatra Dr. Douglas Ross (George Clooney) volta para o trabalho e enfrenta uma mãe, que, supostamente, abusou do seu bebê. Devido ao pouco pessoal que está de serviço, o doutor Peter Benton (Eriq La Salle), um residente capaz e seguro de si mesmo, estudante do segundo ano, deve realizar uma operação importante para a qual não está preparado. porém, ele consegue salvar a vida do paciente. O inexperiente estudante de medicina John Carter (Noah Wyle), que ainda não é médico, é obrigado a se encarregar de várias emergências médicas no seu primeiro dia na UTI.   
FRINGE      
 
Impecável nos quesitos produção e história, a ficção "Fringe", em seu episódio inicial nos mostra que quando todos os passageiros de uma avião morrem, a agente do FBI, Olivia Dunham investiga. Enquanto está na investigação, o seu parceiro, John Scott, morre. Olivia, desesperada, pede a ajuda do Dr. Walter Bishop, mas ele não pode fazer nada por ela, porque ele foi institucionalizado. A única maneira de chegar a ele será com a ajuda de seu filho Peter.  Ao continuar as investigações, Olivia chega a Nina Sharp, uma executiva manipuladora. Olivia, Peter e Dr. Bishop começam a descobrir o que realmente aconteceu no vôo 627 e a saber de uma verdade muito maior.
 
Powered by Blogger